Qual a diferença entre Jabuti, Cágado e Tartaruga?

Os quelônios podem ser diferenciados em jabuti, cágado e tartaruga. Basicamente, jabuti é a 'tartaruga' totalmente terrestre, não vive em momento nenhum na agua. Cágado é semi aquático, isto é, passa maior parte do tempo em água doce mas gosta de ir em área seca, principalmente para tomar banhos de sol. Tartaruga por ser tanto marinha como água doce, vivem principalmente na água e vão para área seca principalmente para botar os ovos. Podemos perceber, portanto, que esses três quelônios diferem-se principalmente pelo habitat. Podemos diferenciá-los também através das características das patas, cascos e pescoços. Existe inumes espécies de cágado, tartaruga e jabuti, sua alimentação varia de acordo com a espécie e seu local de vida.

Os Jabutis mais comuns como Pet são o Geochelone carbonária (jabuti piranga) e Geochelone denticulata (jabuti tinga), seu peso adulto varia de 6 - 15Kg, podem viver de 80 a 100 anos de vida. Vivem em florestas tropicais e densas do Brasil, são onívoros/herbívoros.

Os cágados mais comuns como Pet são o Trachemys scripta elegans (Tartaruga de orelha vermelha) vive em média 30 anos de vida, pode ser encontrado dos EUA até a América do Sul e são onívoros/carnívoros. Trachemys dorbignyi (Tigre d´água) vivem em média 30 anos de vida, podem ser encontrados no Sul do Brasil, Uruguai e Argentina e são onívoros. Trachemys adiutrix (Tigre d´água brasileiro) espécie endêmica da Amazônia, onívoro. Hydromedusa tectifera (Cágado de pescoço de cobra) seu peso adulto varia de 0,9 a 1,5Kg, adulto chega em média a 22cm, podem ser encontrados no Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Tartarugas marinhas não são criadas como Pet.

Sempre lembrando que são animal silvestres/exóticos e para sua comercialização/criação é necessário ter autorização do IBAMA.

Autor: Renata Cristina Menezes, Médica Veterinária CRMV-SP27194.
Fonte: Cubas, Z. S., Silva, J. C. R, Catão - Dias, J. L. Tratado de Animais Silvestres. São Paulo, 2006. Capitulo 9, p. 86 - 119.

Categoria: Artigos

Publicado em: